DESIGN GRÁFICA

DESIGN GRÁFICA

sexta-feira, 7 de outubro de 2016

SERRO AZUL E A ARTE ITINERANTE DOS PALMARES

PATRIMONIO MATERIAL


Usina Serro Azul, hoje em ruínas, construída na metade do século XIX, entre os anos de 1896 a 1929, pelo  coronel José Piauhylino Gomes de Melo Filho



Fazendo uma pequena visita no Distrito de SERRO AZUL podemos ver de perto o que o tempo fez com a Usina Serro Azul, hoje em ruínas, construída na metade do século XIX, entre os anos de 1896 a 1929, pelo  coronel José Piauhylino Gomes de Melo Filho, no engenho Camevou, nas margens do rio Uma, a Usina Serro Azul fica a 22 quilômetros de distância da sede do município de Palmares, os maquinários originais da Usina foram trazidos da Inglaterra, já a residência acredito ser mais nova pelo aspecto da sua construção hoje em alvenaria de tijolos sobre calçada alta, com acesso através de escadaria em três lances. Seu alpendre em forma de “U”, com telhado independente protegido por platibanda recortada, com delicados adornos em massa e pináculos.


 

 



No Distrito, existem outros atrativos históricos além das Ruínas da Usina e da Antiga Casa Grande, quando se fala em Patrimônio Cultural pensamos logo na FUNDARPE ou no IPHAN - Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, o Cine SERRO AZUL, um dos atrativos que me chamou a atenção por estar com placa de venda, sem duvida quem a comprar vai logo demolir, algumas casas antigas na rua principal do Distrito já sofrem mudanças na sua arquitetura 


mais o progresso é feito de mudanças, a Usina, a Casa Grande, o Cinema, os Casarios, a Igreja, o Rio Uma e tantas outras coisas que falam das nossas histórias vão desaparecer dando passagem para o futuro dessa comunidade trazendo Asfalto, Barragem e novas tecnologias Energéticas em constante evolução, como a energia solar fotovoltaica, a energia heliotérmica, e a fotossíntese artificial. Quanto a nossa história, o que podemos fazer? Demolir o passado ou restaurar para o futuro? Não podemos deixa pra lá o que um dia foi história!


Nenhum comentário:

Postar um comentário